Prestação de contas do Curso Ética e Filosofia no tempo do agora: doação para o Cafil

O Centro Acadêmico é, para muitos, a possibilidade da primeira experiência política. Lá, pessoas de diferentes realidades, seja para realizar seminários, festas, ações sociais, políticas ou simplesmente para fazer valer os interesses dos estudantes frente às instâncias universitárias, têm a possibilidade de se unirem e agirem em conjunto. Decerto não é a única possibilidade de experienciar a política dentro da Universidade, mas é a forma mais imediata de se perceber como parte de uma instituição. E de ser reconhecido politicamente por essa instituição.

Em um mundo marcado pelo individualismo extremo e pelo horror à ação coletiva, lugares como os Centros Acadêmicos são mais do que focos de resistência: são ambientes onde se começa a intuir a ideia de um "nós", vital à política e à vida social organizada.

É através dessa prática política imediata que uma das principais pautas do Centro Acadêmico concerne à manutenção dos estudantes na universidade pública, partindo da premissa de que a garantia das condições básicas de subsistência é o primeiro passo para a constituição de uma comunidade acadêmica. Assim, enquanto se discute a implementação da EAD na estrutura acadêmica, o CAFil/UFRJ organiza, em frente ao contexto de crise social e econômica causado pela pandemia, o GT de Solidariedade e Apoio Mútuo como forma de oferecer suporte a estudantes e terceirizados que se viram prejudicados diretamente pelo novo contexto. O GT integra o Comitê de Solidariedade Popular do Sindicato Geral Autônomo do RJ e apoia, também, Ação de Solidariedade da Frente Internacionalista dos Sem Teto, organizações autônomas para as quais o excedente das doações será encaminhado. No próximo semestre, pretendemos oferecer novas atividades que nos permitam continuar dando apoio ao trabalho do Cafil.


icone yt.png
icone ig.png
telegrama.png
pngflow.com.png